fabio nogueira

Tempos críticos: É proibido pensar

fabio nogueiraComo se não bastasse a educação brasileira ser excludente, na qual o aluno não se vê inserido no contexto histórico, o governo golpista dá mais um passo ao retrocesso social ampliando o fosso educacional existente no país.

O novo projeto do desgoverno é a chamada “reforma” do ensino médio. Entre as mudanças feitas, não será mais obrigatório o ensino da História e Geografia, vai depender do ponto de vista do aluno. Anteriormente, Filosofia e Sociologia ficariam de fora também, mas houve barulho por parte dos docentes das duas disciplinas e as retiradas não foram concretizadas.

Estou temeroso quanto ao silêncio dos historiadores, professores e alunos. Até onde sei, não há manifesto contra esta ação absurda. Num passado não tão distante, a disciplina de história era vista como subversiva, o perigo de comunistas e a “conversão” dos alunos. Por causa dessa ignorância, os professores de história foram severamente perseguidos pela ditadura militar. A História foi trocada por Moral Cívica e OSPB (Organização Social Política Brasileira). Essas aulas eram verdadeiras lavagens cerebrais. Em nome da ordem os alunos eram proibidos de questionar e pensar. Temas como política, identidade de gênero, racismo e heróis populares eram proibidos, algo muito semelhante aos dias de hoje. Os heróis brasileiros eram das classes dominantes, nomes como Tiradentes e Duque de Caxias eram reverenciados sem mencionar direito qual era a contribuição deles na história do Brasil. O direito de pensar era um risco.

Diante da crise política instalada no Brasil e a facilidade do golpe realizado contra a democracia, tem surgido os pseudo historiadores. Os absurdos históricos chegam a ferir os cérebros sadios daqueles que de fato levam a profissão a sério. Não há como ficar calado diante dessas sandices. Classifico-os como Estóriadores de rede social, não aceito escrever loucuras de origem duvidosa com H. Nesta altura dos acontecimentos, March Bloch* e Heródoto* devem estar se revirando nos túmulos de raiva.

São esses que incutem nas pessoas que o Nazismo era de origem socialista, o ex-presidente Getúlio Vargas era nazi-fascista, os muçulmanos são doidos varridos e comunistas devoram crianças. Está difícil de pensar neste país! Meu pai, que mal tinha o primário, morreria de vergonha ao ouvir e assistir tanta insensatez.

O governo golpista mostra para que veio e o que fará para tornar a educação do Brasil mais injusta e excludente. Um ministro da educação que recebeu um pseudo ator pornô com propostas para a educação, e a bíblia ditará a ordem dentro da sala de aula. Isto corrobora com o que o ex-presidente francês Charles De Gaulle disse na década de 60: ”_O Brasil não é um país sério”

Vamos ver qual será à próxima surpresa. Amo história. Não podemos de ficar de braços cruzados.

(*) Heródoto: Introdutor da História

(*) March Bloch : É conhecido como pai da História contemporânea .

Fabio Nogueira é estudante de história da Universidade Castelo Branco e militante da Educafro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>